Diego Brito
 

Diego Brito

Empreendedor, publicitário, palestrante e professor. Há 17 anos no mercado, fundador de diversas agências de marketing digital e propaganda, atualmente CEO na General Marketing.

Quer me convidar para palestrar em seu evento? Me mande uma mensagem.

Diego Brito

Empreendedor, publicitário, palestrante e professor. Há 17 anos no mercado, fundador de diversas agências de marketing digital e propaganda, atualmente CEO na General Marketing.

Facebook Twitter LinkedIn Google+  

Carreira profissional de marketing

47
carreira profissional de marketing

A carreira do profissional de marketing envolve muito esforço e dedicação. A área de marketing e marketing digital exige muito estudo e atualização. O marketing é uma área que está sempre passando por mudanças no que toca a mercado, público-alvo, oferta e demanda, que o tornam uma área instável e imprevisível. Daí, a necessidade dos profissionais de marketing estarem sempre estudando e usando ferramentas que possam ajudar a antever o máximo possível.

Se você nunca andou de montanha-russa, eu diria que é um brinquedo muito legal para quem gosta de adrenalina e velocidade, porque faz a pessoa sair da sua zona de conforto. Quando ela acha que está caindo, na verdade tudo não passa de uma diversão. Eu diria para você encarar o marketing como uma montanha-russa, porque vai haver momentos de altos e baixos e momento em que você não vai conseguir entender o que está acontecendo no mercado ou com o seu concorrente.

O que você precisa entender é que nem sempre você vai estar na dianteira e que a ideia é que você esteja o máximo de tempo com o controle das coisas. Afinal, nem as melhores equipes de marketing do mundo sabem o que vai acontecer amanhã.

Se a área de marketing é como uma montanha-russa, como você pode aproveitar isso a seu favor? Em primeiro lugar, nunca pare de estudar, de ler e de aprender, caso contrário você vai ficar para trás. E como você pode encarar o marketing dentro de uma perspectiva de montanha-russa? O conselho é não se apegar a coisas que não são reais e criar a sua própria realidade, pervertendo-a.

Desde quando eu comecei a trabalhar com marketing aos 14 anos de idade, criando páginas em HTML e Javascript, várias vezes as tecnologias foram substituídas, assim como várias vezes as empresas que dominavam o mercado foram substituídas por outras. Durante esse tempo todo, o mercado mudou diversas vezes, e eu aproveitei todas essas mudanças.

Em 2003, com mais dois sócios, eu tive uma agência de design gráfico, e nessa época sabíamos que o mercado estava caminhando muito fortemente para o marketing digital. Ao perceber isso, montei um negócio totalmente focado para o digital. E de lá para cá, houve vários períodos na minha carreira profissional em que eu tive que mudar totalmente o core business da minha empresa.

Dessa forma, toda a vez que o mercado se movimentou, eu me movimentei também, em vez de esperar o meu negócio caducar. Eu sempre estive atento aos movimentos do mercado para poder estar sempre na dianteira.

Portanto, dependendo do negócio de marketing que você estiver, você tem que ser muito rápido e muito ágil, porque se você ficar engessado num negócio ou numa oferta apenas, você fica para trás. No caso do marketing digital, trabalhar com SEO, com criação de site, com compra de mídia ou link patrocinado já não é mais marketing digital, já foi um dia. O marketing hoje está muito mais conectado com vendas. E o profissional de marketing que ainda está pensando com essa mentalidade de SEO, de compra de palavras-chaves, de criação sites está defasado.

Então, é fundamental aproveitar esses movimentos de montanha-russa para você ficar na dianteira do mercado. Afinal, você não quer perder esse movimento. A montanha-russa vai estar sempre presente na sua vida e na sua carreira, e você tem que seguir junto e andar conforme o movimento. Diferentemente do mercado financeiro, no qual a gente deve agir de forma oposta ao movimento: se todo mundo está comprando ações na bolsa, elas vão estar caras; ou se todo mundo está vendendo, talvez não seja a melhor hora de você vender.

No caso do marketing, se você demorar para acompanhar o movimento, você vai perder todo aquele potencial de propulsão que você teria se você estivesse andando junto à correnteza. Portanto, sempre acompanhe o mercado e esteja antenado a ele, que isso vai fazer você acompanhar as tendências daquilo que está acontecendo e participar dessa montanha-russa com muita diversão.

Gostou do artigo? Então confira esse vídeo sobre o assunto:


Se inscreva no Canal do YouTube: bit.ly/DiegoBritoBR

Diego Brito

Empreendedor, publicitário, palestrante e professor. Há 17 anos no mercado, fundador de diversas agências de marketing digital e propaganda, atualmente CEO na General Marketing.

Facebook Twitter LinkedIn Google+