Escolha uma Página
Marketing Empreendedor

Erro do Empreendedor ao montar um negócio próprio

06/07/2017
erro empreendedor

Você sabe qual é o maior erro que você pode cometer ao montar um negócio? Vou contar para você com base naquilo que já vivenciei na prática, montando quatro empresas nos últimos 14 anos, e no que eu vejo nos meus colegas e nas pessoas que vêm conversar comigo para me pedir uma dica.

O primeiro erro que você vai cometer ao montar um negócio é montar o negócio. Isso mesmo! Porque, antes de você montar o negócio, de colocar a coisa para funcionar, de dar vida às suas ideais, à sua imaginação, você precisa modelar o negócio. Não estou aqui falando de plano de negócios, até porque, quando você coloca o barco para navegar, o plano já não existe mais; a trovoada vai chegar, o mar vai sacolejar, o seu marinheiro vai cair ao mar, e você não planejou.

Modelar o negócio significa validar a sua ideia, isto é, se aquilo que você está imaginando é viável economicamente. Afinal, uma empresa não é uma instituição de caridade. Se você acha que montar uma empresa é dar um monte de emprego e todo mundo dar as mãozinhas e cantar “we are the world”, você está no lugar errado. Aí, você precisa ir para o terceiro setor, virar um funcionário público ou ir para um outro mercado.

Mas se você nasceu com a veia de empreendedor e tem isso pulsando dentro de você, você é uma pessoa que transforma oportunidades em negócios viáveis, rentáveis, para poder gerar renda e riqueza e, obviamente, para fazer algum impacto positivo na sociedade. Se você não faz algo de bem para a sociedade, as suas chances de receber em troca algum tipo de lucratividade para o seu próprio bolso são mínimas.

Também não estou falando de Canvas, mas, se você quiser, recomendo estudar “Business Model Generation”, que é um livro muito bom criado por dois caras de Harvard, que ensinam a modelar o seu negócio baseado em Canvas, isto é, estudar parcerias chaves, propostas de valor e parceiros que possam ajudar o seu negócio a entregar a sua solução de forma diferenciada e agregar mais valor, além de geração de receita, etc.

Agora, se você quiser melhorar a sua eficiência e aumentar as suas chances de colocar o seu negócio para funcionar, modele o seu negócio, que é colocar a sua ideia na menor forma possível, viabilizá-la e fazer com que gere receita. Isso é o que o pessoal lá fora chama de MVP, ou Minimum Viable Product, que é colocar o seu negócio para validar e saber se vai dar certo.

Você acha que um Burger King ou um McDonald ou outra grande rede abrem uma loja em qualquer lugar? Não! Elas primeiro monitoram se, naquele lugar, há pessoas passando, se essas pessoas têm renda, se há fome… Não basta você ter uma ideia na cabeça, contratar funcionários, alugar uma sala comercial, registrar marca e contrair um monte de dívidas. Fazer isso sem antes modelar e validar o negócio é um ato de loucura!

Portanto, crie, antes, um modelo pequeno do seu negócio para que você consiga validar, mesmo que nele esteja só você e mais uma outra pessoa. Se você não fizer assim, você não está sendo inteligente, você não é empreendedor, ou seja, não é uma pessoa que transforma ideais em renda e rentabilidade. Isso é ser empresário, e para ser empresário basta abrir um CNPJ. Mas você quiser montar um negócio, ter renda e gerar sucesso para a sua vida, para a dos seus colaboradores e para os seus clientes, modele o seu negócio!

Gostou do artigo? Então confira esse vídeo sobre o assunto:

Se inscreva no Canal do YouTube: bit.ly/DiegoBritoBR

Posts Relacionados